Curtas Diversos


 

Vídeo Curta Metragem: Dádiva – Diretoria de Ensino de Botucatu

Existem muitas pesquisas abordando o uso do audiovisual na sala de aula. A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo possui um programa chamado Cultura é Currículo no qual há um projeto denominado O cinema vai à escola. Todas as escolas recebem um conjunto de filmes, junto com o caderno do cinema do professor. Além de atividades propostas para os professores realizar em sala de aula, o caderno contém artigos abordando sobre história do cinema, linguagem cinematográfica, entrevistas com diretores, etc.

Pesquisadores apontam que atualmente a maioria dos alunos possuem celulares que fotografam e filmam, e que a produção de curtas podem contribuir para a aprendizagem dos alunos. Interessados nessa perspectiva, com o objetivo de montar um festival de curta-metragem na Diretoria de Ensino de Botucatu, o NIT e o Núcleo Pedagógico se uniram e produziram o filme Dádiva (6 m e 35 s). Este contém depoimentos dos funcionários da Diretoria de Ensino de Botucatu, abordando o tema da vida.

 

 

​​A culpa não é da Net

Esse curta-metragem foi produzido na Escola Francisco Oliveira Faraco, com a coordenação dos professores Juliana Naliato (Língua Portuguesa) e Clodoaldo Gradice (História). Aborda a influência da internet e há uma interessante cena de perseguição e suspense. 

Thanksgiving Day

A escola Prof. Pedro Torres possui um evento anual que está na sua terceira edição. A professora de Língua Inglesa Alexandra é uma das organizadoras. O evento ocorreu hoje (04/12/18) na parte da manhã. O tema central foi a Festa do dia de Ação de Graças (Thanks Giving) comemorada nos EUA, que lembra de agradecer as coisas boas ocorridas no ano.

A professora Raíssa de História, assim como várias outras professoras e professores, tradicionalmente participa da Mostra de curta-metragem da Diretoria de Ensino de Botucatu, que está na sua V edição. Em uma ação que se desdobra da Mostra de curta-metragem, a professora Raíssa, num trabalho interdisciplinar com a professora Alexandra coordenou com seus alunos a produção de um curta com o tema do evento. O curta, de forma irônica aborda os contatos entre os colonos ingleses e os índios no século XVII.

Marco Alexandre de Aguiar, Pcnp de História da DE Botucatu.