COMUNICADO DERLIM DE 24.04.2017

COMUNICADO DERLIM DE 24.04.2017

 

  

DIRIGENTE/GABINETE

Fone 3404.2952 (Gracielle) – delim@educacao.sp.gov.br

1. Assunto: Boletim Extraordinário CGEB

    A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo reforça o compromisso da escola e dos educadores com a diminuição da vulnerabilidade de crianças e adolescentes em situações que possam vir a comprometer a integridade física, psíquica e emocional dos estudantes.

    É crescente o número de adolescentes que necessitam de uma efetiva ajuda pessoal e social para a superação dos obstáculos ao seu pleno desenvolvimento. O primeiro e mais decisivo passo para vencer as dificuldades pessoais é a reconciliação do jovem consigo mesmo e com os outros. Isso exige que se propicie uma possibilidade de socialização que concretize um caminho mais digno e humano para a vida.

    À equipe escolar compete promover o protagonismo de adolescentes e jovens, que pressupõe uma relação dialógica entre participação, responsabilização e criatividade como mecanismos de fortalecimento na perspectiva de educar para a valorização da vida.

    Dessa forma, os gestores e educadores da rede pública de educação deverão reforçar as ações pedagógicas de conscientização quanto ao uso seguro da internet e temas relacionados à melhoria da convivência no ambiente escolar, como o bullying. Assim, se faz necessária a atenção no que se refere a qualquer manifestação ou comportamento que fuja ao cotidiano, deixando abertos canais de comunicação entre todos os membros da comunidade escolar. Ao perceber qualquer atitude alheia ao considerado comum na rotina da escola, a mesma pode e deve comunicá-la aos órgãos competentes para que ações sejam desenvolvidas.

    “A adolescência, como todos sabem, é um período da vida marcado por mudanças, incertezas e experimentações. É uma fase rica em sonhos e aprendizados, mas também carregada de riscos e armadilhas”. Nessa fase, os jovens são mobilizados pela necessidade de se sentir valorizados e pertencentes a um grupo, estando mais suscetíveis a aderir desafios que comprometam sua integridade, principalmente por estarem “[…]vulneráveis, permanentemente motivados pelo legítimo desejo de explorar, conhecer, questionar e fragilizados por outro traço também muito comum nessa fase da vida: a traiçoeira sensação de serem eternos, imortais e infalíveis” (ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE, 2015, p. 9).

     Por isso, é importante que a equipe escolar passe a observar de perto mudanças de comportamento, fazendo com que o estudante se sinta seguro para socializar situações que possam colocá-lo em risco.

    Considerando o atual contexto, é possível promover ações que possam apoiar a equipe na perspectiva de integração dos adolescentes e jovens no ambiente escolar, tais como:

1-     Criar espaços para o desenvolvimento da Pedagogia da Presença:

 Princípio segundo o qual a presença de todos os profissionais da escola deve ser afirmativa na vida dos alunos. Espera-se que esta presença afirmativa promova a compreensão do sentido de sua vida, o que requer um novo olhar para seus estudos, a convivência, a colaboração, a solidariedade, os valores, etc.

2-     Incentivar a equipe escolar a fazer a tutoria com os seus alunos:

A Tutoria caracteriza-se pelo atendimento e o acompanhamento dos alunos em sua formação integral, tendo em vista seu pleno desenvolvimento. Para isso, é necessário que o tutor tenha uma “escuta ativa”.

· Sendo acolhedor, buscando compreender os pensamentos e sentimentos do aluno;

· Estando disponível para ouvi-lo.;

· Mesmo que discorde das opiniões e/ou das ações do estudante, respeite o que ele pensa, tendo uma postura ética e acolhedora que incentive uma curiosidade crítica e uma prática reflexiva sobre suas opiniões a partir de outras perspectivas.

3-     Desenvolver ações protagonistas entre adolescentes e jovens:

A formação de jovens protagonistas pressupõe a concepção dos adolescentes e jovens como fonte de iniciativa e não simplesmente como receptores ou porta-vozes daquilo que os alunos dizem ou fazem com relação a eles, proporcionando-lhes espaços e mecanismos de escuta e participação autônoma, consequente e democrática. Os Grêmios estudantis, Clubes Juvenis, participação em colegiados escolares são bons exemplos de protagonismo.

4-     Incentivar os alunos na construção de seus Projetos de Vida:

Ter um Projeto de Vida é refletir sobre o que se quer para seu futuro e planejar ações concretas para chegar lá. É o traçado entre o ser e o querer ser. O Projeto de Vida é um meio de motivar os alunos a fazerem bom uso de suas oportunidades, cabendo aos estudantes a corresponsabilidade do seu desenvolvimento.

5- Orientar as famílias em relação às crianças, adolescentes e jovens a:

 · Instruí-los a não adicionar estranhos às redes sociais;

· Controlar o uso da Internet em determinados horários;

· Monitorar o uso das redes sociais;

 · Atentar-se à perda de vínculo familiar, isolamento e/ou mudanças nas relações de amizade;

E, principalmente, acolhê-los e conversar sempre!

Para saber mais:

 

ARANTES, V. A. Afetividade na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 2003.

ARAUJO, U.F. Resolução de conflitos e assembleias escolares. Cadernos de Educação. FaE/PPGE/UFPel – Pelotas [31], jul./dez. 2008, p. 115-131.

ARGÜÍS, R. et al. Tutoria, com a palavra, o aluno. Tradução: Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2002.

COSTA, A. C. G. Por uma pedagogia da presença. Brasília: Ministério da Ação Social, 1991. In: Protagonismo juvenil: adolescência, educação e participação democrática. São Paulo: FTD/Fundação Odebrecht, 2006a.

____________. Por uma educação interdimensional. In: GOMES, C. A. (Org.). Abrindo espaços: múltiplos olhares. Brasilia.Unesco.2008b.

 ___________. Pedagogia da Presença – da solidão ao encontro. Belo Horizonte: Modus Faciendi, 2001.

FANTE, Cleo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. Campinas, SP: Verus Editora, 2005.

    MALDONADO, M. T. Bullying e cyberbullying: o que fazemos com o que fazem conosco? Moderna, São Paulo, 2011.

    ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE. Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Adolescer, verbo de transição. Relato sobre o Programa de Saúde do Adolescente do Estado de São Paulo e as Casas do Adolescente. Brasília, DF: OPAS, 2015.

    PUIG, J. Democracia e participação escolar. São Paulo: Moderna, 2000.

     RUOTTI, C. et al. Violência na escola, um guia para pais e professores. São Paulo: Imprensa Oficial,2007.

EQUIPE DE SUPERVISÃO DE ENSINO – ESE

Fone 3404.2970/2971delim@educacao.sp.gov.br

1. Assunto: Programas MEC – PROEMI

    Reforçamos informação contida no Comunicado DERLIM de 20/04/2017.

    Prezados Diretores,

    Informamos que foi identificado pelo Ministério da Educação – MEC um equívoco no lançamento das naturezas dos materiais que compõem o relatório de itens, presente na plataforma PDDE Interativo.

    O valor do item a ser adquirido anteriormente voltou como saldo de Custeio.

    Portanto, as escolas que já se encontravam com o status de “Aprovadas” retornaram à situação de “Cadastramento”.

    Solicitamos, que todas as unidades escolares, acessem seus planos, realoquem o saldo de custeio em materiais necessários para execução da ação, respeitando a coerência do Campo de Integração Curricular e o teor pedagógico e encaminhe para análise na SEE, com a máxima urgência. Planos não aprovados até o dia 27/04/2017 ficam impedidos de receber esse importante repasse para as escolas de Ensino Médio.

    O MEC ainda está em processo de devolução das escolas com saldo.

    Assim sendo, pedimos, por gentileza, que as escolas se atentem aos Status na Plataforma do PDDE Interativo, pois pode ser que, após essa atualização de lista, o MEC tenha encaminhado mais escolas para correção.

    Equipe Programas MEC – Diretoria Regional de Ensino de Limeira

 

NÚCLEO PEDAGÓGICO – NPE

Fone 3404.2955 – delimnpe@educacao.sp.gov.br

1. Assunto: II Conferência Municipal sobre Drogas

     No próximo dia 26 de abril, a partir das 8h00, na Câmara de Vereadores de Limeira, será realizada a II Conferência Municipal sobre drogas no município de Limeira, para conversar sobre esse assunto e eleger os representantes da Sociedade Civil que farão parte deste Conselho no novo mandato.

     As inscrições serão feitas no local e, no mesmo dia, ocorrerá a eleição do representante das APMs de Limeira para este COMAD.

     O Anexo I e II traz um convite para membros da APM das escolas, mas o convite é estendido a todos: equipes gestoras, professores, funcionários e comunidade.

CENTRO DE INFORMAÇÕES EDUCACIONAIS E GESTÃO DA REDE ESCOLAR – CIE

Fone 3404.2979 (Silvia) – delimcie@educacao.sp.gov.br

Núcleo de Gestão da Rede Escolar e Matrícula – NRM

Fone 3404.2978/2991 (Andréia) – delimnrm@educacao.sp.gov.br

1. Assunto: Matrícula Antecipada Ensino Fundamental e Ensino Médio 2017

Encaminhamos em Anexo III e Anexo V a relação atualizada de alunos inscritos na Matrícula Antecipada 2017 Ensino Fundamental e Ensino Médio atendidos a partir de 03/03/2017.

Favor verificar os alunos inscritos/atendidos em sua unidade escolar e comunicar aos pais e/ou responsáveis.

CENTRO DE ADMINISTRAÇÃO DE FINANÇAS E INFRAESTRUTURA – CAF

Fone 3404.2943 (Eli) – delimcaf@educacao.sp.gov.br

Núcleo de Finanças – NFI

Fone 3404-2950 (Alba) – delimnfi@educacao.sp.gov.br

1. Assunto:  Convocação de Diretores de Escola ou Responsável pela Prestação de Contas

    A Dirigente Regional de Ensino convoca os Diretores de Escola ou o Responsável pela prestação de contas para reunião como segue:

    Data: 26/04/2017

    Horário: 8:30 horas

    Local:  Diretoria de Ensino da Região de Limeira

    Assunto: Prestações de Contas referentes às verbas recebidas da FDE e FNDE.

    Solicitamos que tragam, impresso, o material constante no anexo Anexo V e Anexo VI

 

CENTRO DE RECURSOS HUMANOS – CRH

Fone 3404.2961 (Cecília) 3404.2984 (Madalena) – delimcrh@educacao.sp.gov.br

Núcleo de Administração de Pessoal – NAP

Fone 3404.2968/2964/2965/2993/2992/2967 (Aline) – delimnap@educacao.sp.gov.br

1. Assunto: Recadastramento

     Informamos que, até a data de hoje (24/04/2017), ainda não se recadastraram 123 servidores conforme Anexo VII.

     Solicitamos que as unidades informem os interessados sobre a necessidade do recadastramento até o dia 30/04/2017, impreterivelmente.

Atenciosamente,

Profa. Isabel Cristina Pivetta Fodra

Dirigente Regional de Ensino