Edital de Credenciamento de Docentes para Classe Hospitalar – 2019

DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE SÃO CARLOS

Comunicado

Edital de Credenciamento de Docentes para Classe Hospitalar – 2019

A Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino – Região de São Carlos, com fundamento na Resolução SE 71/2016, alterada pelas Resoluções SE 08/2017, 58/2017 e 78/2018 no uso de suas atribuições legais, torna público Edital para credenciamento dos interessados em atuar na Classe Hospitalar do Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos.

A – Das Inscrições:

Período: 18/02 a 21/02/2019.

Local: Diretoria de Ensino – Região de São Carlos – NAP.

Documentos necessários:

I – cópia de RG e cópia do C.P.F.;

II – cópia do diploma e do histórico escolar do curso de Licenciatura Plena;

III – Atestado de Tempo de Serviço até 30/06/2018;

IV – currículo atualizado;

V – Projeto de Trabalho.

B – Dos requisitos para credenciamento:

I – Ser docente adido ou readaptado ou ocupante de função atividade da categoria F, categoria O ou docente a ser contratado.

II – Estar inscrito no processo regular de atribuição de aulas da Diretoria de Ensino – Região de São Carlos e ter optado pelo projeto Classe Hospitalar.

C – Do perfil profissional: Para a análise do perfil do docente serão observados os seguintes aspectos:

I – de comprometimento com a aprendizagem do aluno, demonstrado mediante:

  1. a) clima de acolhimento, equidade, confiança, solidariedade e respeito que caracterizam o relacionamento com os alunos;
  2. b) alta expectativa quanto ao desenvolvimento cognitivo e à aprendizagem de todos os alunos;
  3. c) determinação para constante avaliação e monitoramento do processo de compreensão e apropriação dos conteúdos pelos alunos;
  4. d) diversidade de estratégias utilizadas para promover o desenvolvimento dos alunos;

II – de responsabilidade profissional, evidenciada pela:

  1. a) reflexão sistemática, que faz parte da prática docente;
  2. b) forma de relacionamento com seus pares docentes e com os gestores da escola;
  3. c) participação em orientações técnicas e/ou em cursos de atualização e aperfeiçoamento profissional;

III – de atributos pessoais sinalizados pelos índices de pontualidade, assiduidade, dedicação, envolvimento e participação nas atividades escolares;

IV – de organização, planejamento e iniciativa, demonstrados com a apresentação de Plano de Trabalho.

D – Da ordem de prioridade: As aulas da Classe Hospitalar, respeitado o perfil profissional de que trata o item anterior, serão atribuídas na seguinte ordem de prioridade:

I – titular de cargo de qualquer disciplina, que se encontre na condição de adido, classificado na E.E. Prof. Ludgero Braga (unidade escolar vinculadora);

II – titular de cargo da disciplina de Psicologia, que se encontre na condição de adido, classificado em qualquer unidade escolar da Diretoria de Ensino;

III – titular de cargo de qualquer disciplina, que se encontre na condição de adido, classificado em qualquer unidade escolar da Diretoria de Ensino;

IV – docente readaptado, em exercício na E.E. Prof. Ludgero Braga (unidade escolar vinculadora), desde que no respectivo Rol de Atividades não haja restrição quanto à atuação em Classe Hospitalar;

V – docente ocupante de função-atividade (categoria F), que esteja cumprindo horas de permanência, correspondentes à carga horária mínima de 12 horas semanais, classificado:

  1. a) na unidade escolar vinculadora;
  2. b) em outra unidade escolar, da mesma Diretoria de Ensino.

VI – Docente contratado.

E – Dos requisitos de qualificação: Respeitada a ordem de prioridade de que trata o item anterior, o credenciamento obedecerá a seguinte ordem de preferência:

I – portadores de diploma de Licenciatura Plena em Pedagogia, com habilitação para o magistério, acompanhado de certificado de curso de especialização em Pedagogia Hospitalar;

II – portadores de diploma de Licenciatura Plena em qualquer disciplina, acompanhado de certificado de curso de especialização em Pedagogia Hospitalar;

III – portadores de diploma de Licenciatura Plena em Pedagogia, com habilitação para o magistério, acompanhado de certificado de curso de atualização em Pedagogia Hospitalar de, no mínimo, 60 (sessenta) horas;

IV – portadores de diploma de Licenciatura Plena em qualquer disciplina, acompanhado de certificado de curso de atualização em Pedagogia Hospitalar de, no mínimo, 60 (sessenta) horas;

V – portadores de diploma de Licenciatura Plena em Pedagogia com habilitação para o magistério;

VI – portadores de diploma de Licenciatura Plena em Psicologia;

VII – portadores de diploma de Licenciatura Plena em Pedagogia, com habilitação para a docência das disciplinas pedagógicas do Curso de Magistério;

VIII – os portadores de diploma de Licenciatura em Educação Especial;

IX – os portadores de diploma de Licenciatura Plena em qualquer disciplina.

F – Das principais atribuições: Ao professor da Classe Hospitalar caberá:

I – organizar a demanda dentro da Instituição Hospitalar;

II – coletar, mediante consulta a prontuários e/ou junto à família e à escola de origem, dados e informações referentes às crianças e aos adolescentes, que se encontrem internados por período superior a 15 (quinze) dias ou em situação de acompanhamento ambulatorial diário, que o impeçam de frequentar a escola;

III – preencher, com base nos dados e informações coletados, para cada criança ou adolescente, a que se refere o inciso anterior, o documento “Avaliação Inicial”, na conformidade do modelo constante do Anexo I da Resolução SE 71/2016;

IV – tomar conhecimento das questões patológicas dos alunos internados, com vistas a adequar as melhores estratégias de intervenção pedagógica, observados o período para atendimento, bem como a duração e a periodicidade das atividades, que deverão ser propostas no “Plano de Atendimento Individual – PAI”, conforme modelo constante do Anexo II, da Resolução SE 71/2016, a fim de compor, sob orientação da equipe multiprofissional da Instituição Hospitalar, o portfólio do aluno em período de internação;

V – planejar intervenções pedagógicas diárias, à luz do objetivo, da temporalidade, da contextualização e do tipo de atividade que melhor atenda às necessidades e possibilidades do aluno, as quais deverão ser registradas no “Roteiro Descritivo de Acompanhamento Diário”, na conformidade do modelo constante do Anexo III, da Resolução SE 71/2016;

VI – preencher, no caso de internações prolongadas, o “Acompanhamento Bimestral”, conforme modelo constante do Anexo IV da Resolução SE 71/2016, que servirá para avaliar o atendimento oferecido, indicando, quando for o caso, a necessidade de alteração das estratégias adotadas;

VII – preencher o “Relatório Final”, conforme modelo constante do Anexo V da Resolução SE 71/2016, com o registro dos atendimentos realizados, que deverá compor o portfólio do aluno, para posterior encaminhamento à sua escola de origem;

VIII – participar da elaboração e/ou adequação da proposta pedagógica da unidade escolar vinculadora;

IX – participar das Aulas de Trabalho Pedagógico Coletivo – ATPCs;

X – orientar as famílias quanto à importância de manter atualizadas todas as informações referentes ao aluno, junto à respectiva escola de origem.

G – Da carga horária: A carga horária do professor da Classe Hospitalar corresponderá àquela da Jornada Básica de Trabalho Docente.

H – Dos critérios de classificação: Os docentes serão classificados de acordo com a pontuação no processo regular de atribuição e as ordens de prioridade de atribuição e de preferência de credenciamento previstas na Resolução SE –  71/2016 e considerando também as habilitações dos candidatos e a experiência em Classe Hospitatar.

I – Dos critérios de desempate: Em casos de empate de pontuação na classificação dos credenciados, o desempate será efetuado na seguinte ordem de prioridade:

1 – Maior tempo de experiência de atuação na classe hospitalar;

2 – Maior tempo no magistério público oficial do Estado de São Paulo.

3 – Maior idade.

J – Da classificação inicial:  25/02/2019

K – Do período de recurso: 25 e 26/02/2019. O interessado deverá apresentar solicitação com seus dados pessoais e de maneira clara e objetiva a motivação do recurso. Entregar na sala do NAP da Diretoria de Ensino – Região de São Carlos.

L – Da classificação final: 27/02/2019